Mitos sobre gatos

Heey,

Hoje vim falar de gatos, ou melhor, dos mitos que desvendei com o Mingau.
Algum tempo atrás fiz um post contando sobre a adoção do Mingau, para ver é só vir aqui.
Contei um pouco sobre nós dois e como fomos nos encantando um pelo outro, mas resolvi vim aqui e tirar vários mitos que fazemos com os gatos.
Eu tive alguns problemas na época da faculdade que me fizeram pensar que adotar algum bichinho podia me ajudar, afinal, eu teria companhia e alguém para cuidar, assim diminuiria meu tempo livre, funcionou.
No principio pensei em adotar um cão, afinal tive cão a vida inteira, sempre fui louca por cachorros, na verdade na minha infância era louca por qualquer bicho que eu e meu irmão pudêssemos ter. Tivemos diversos cães, tartarugas, peixes, mas aqui em casa todo mundo dizia "Não gosto de gatos".
Mas, como todas as pessoas do universo me falavam que gato era mais independente que o cachorro, que demandava menos trabalho,era mais fácil de cuidar, comecei a pensar "Acho filhotes de gatos fofos, mas depois que crescem não sei"
Depois de algum tempo resolvi tentar, afinal ele não ia ser grudado em mim, afinal, gatos se apegam a casa né? HAHAHAHAHA que mentira.
Logo em seguida adotei o Mingau, ele veio totalmente do NADA, acredito que estávamos destinados um ao outro. E ai começaram a ser quebrados os mitos. Resolvi fazer uma lista deles:

- Gatos são independentes
- Gatos se apegam para casa, é difícil se adaptarem a outro lugar
- Gato não pode viajar com o dono
- Gato aumentam a alergia
- Gato é arrisco
- Gato não se da bem com cachorro

E mais um milhão deles. Mas por que isso são mitos afinal?
Vamos por partes então, vou explicar o que descobri de cada um desses mitos.

1) Gatos não são independentes, se ele é apegado a você ele vai ficar o dia todo ao seu lado, a única diferença é que talvez você não precisa levá-lo para passear (não que não possa, pois algumas vezes eles gostam) e você não precisa higieniza-lo tanto, mas ele é dependente sim e ele te mostra isso soltando mil e um tipos de miados pela casa. (O mingau me chama para dormir, quando ele quer ir para a cama)


2) Os gatos não se apegam a casa, eles podem sentir mais segurança. O Mingau vinha e ficava semanas na casa da minha mãe depois de ficar um tempo aqui comigo. Tudo é questão de adaptação. Atualmente levo ele quinzenalmente para o apartamento da praia e hoje ele já fica tranquilo lá, no começo ele miava boa parte da noite, é tudo questão de tempo e de estar junto de alguém que ele confie em sua visão.


3) Sério? Mingau viaja para cima e para baixo comigo. O maior problema é a falta de preparo dos hotéis, se eles já tem dificuldade de cachorros, imagine com gatos, mas o mingau vai para a praia comigo e as vezes da volta pela cidade mesmo.


4) O que posso dizer sobre alergias? A minha só melhorou, claro que tudo depende da pessoa, mas acho que a alimentação prejudica mais que os pelos do gato.


5) Alguns gatos são arriscos, alguns não gostam de outras pessoas, pois eles tem medo (geralmente são gatos que possuem algum trauma), mas eles gostam de ver as visitas, esfregarem nas pernas e cheirarem, mas isso não significa que eles está dando liberdade de tocá-lo. Gatos são diferentes de cachorro, respeite o espaço deles, apenas.


6) Muitos gatos e cachorros se amam, ou se toleram, é algo que acontece naturalmente, eles respeitam o lugar um do outro (mais que os humanos), é incrível. Eles, assim como a gente podem não gostar um do outro e ainda assim conviverem no mesmo ambiente, mas isso não significa que não vão brigar as vezes. É possível ter uma convivência calma entre os bichinhos, é só você ter paciência que as coisas se ajeitam?



Conta ai os mitos que quebrou com o seu gato?

:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 .:

Postar um comentário